-  -  -  - PharmaNatural
ARTIGOS 0
TOTAL 0,00€

HOMEOPATIA/ NATUROPATIA

INÍCIO » HOMEOPATIA/ NATUROPATIA
GOLD DESPAR GOLDVIT

GOLD DESPAR GOLDVIT


Indicações Terapêuticas:
Sabemos que a saúde é uma prioridade, e que fazemos todo o possível por cuidar-nos de doenças e acidentes. Em quanto tempo se desparasitam?

Todos estamos expostos a ter parasitas no intestino. Entram no organismo por meio de tudo o que levamos à boca, desde as mãos, alimentos e objetos de uso corrente que colocamos em contacto com a nossa boca.

Os parasitas roubam o alimento de nosso corpo, e a energia que consumimos com os alimentos. Para o evitar, a Organização Mundial de Saúde recomenda desparasitar toda a família 2 vezes ao ano. (inclusivé os animais) (Como mínimo).

Os parasitas são os organismos vivos mais antigos do planeta, vivem de outros organismos (hóspede) do qual obtém todos os seus nutrientes, sem trazer beneficio algum. Este último tentará destrui-lo por meio do sistema imunitário, dando como resultado uma verdadeira batalha entre antígenos e anticorpos que se pode estender desde poucos dias até toda uma vida. O parasita não mata o hóspede, pois também morreria, mas, adoece-o roubando-lhe o subministro energético (glucose) e outros nutrientes importantes como aminoácidos, minerais, vitaminas, hormonas, etc.

Mas o sistema imunitário do humano nem sempre triunfa nesta batalha, já que os parasitas o podem confundir mudando a produção de antígenos permanentemente ou mimetizando-se com células do hóspede, ou colando as células defensivas desde, a capa externa do corpo do parasita, enquanto “muda” a sua pele e aproveita para seguir o seu caminho a estratos mais profundos do hóspede, onde pode sobreviver e reproduzir-se com maior tranquilidade. Tudo isto dependerá se trata de protozoose (parasitas unicelulares, como as amebas) ou metazoos (helmintos ou larvas, como oxiúros ou acaris). Tanto tempo levamos nesta luta que já temos genes doentes por parasitas, os quais se transmitem de geração em geração, como exemplo o gene da anemia falciforme em zonas de malaria.

Entre os principais problemas dos parasitas é que os sintomas confundem-se com outros padecimentos como gastrites ou colite. Apresentam-se quadros de diarreia, obstipação, inflamação do abdómen, dor de estômago e intestino e gases (dispepsias funcionais). Estes bichos vivem da energia que obtemos dos alimentos, e podem afectar o crescimento das crianças.Os parasitas podem migrar para outros órgãos por meio da corrente sanguíneo ocasionando graves efeitos na saúde.

Os medicamentos desparasitastes são extremadamente tóxicos e têm inúmeros efeitos secundários, inclusive em pequenas doses. Cada medicamento só é eficaz para dois ou três tipos de parasitas, pelo que deveria tomar-se vários medicamentos para eliminar todos os parasitas que albergamos. Como exemplo, quando se utiliza a medicação para eliminar amebas e Giardia nas doses indicadas pode produzir fortes náuseas e vómitos.

Se não nos desparasitamos regularmente, todos sofremos esta luta imune, e perdemo-la muitas vezes. Se vivemos em contacto com os fatores, desparasitar-nos será imprescindível. Se foi diagnosticada com stress, síndrome de fadiga crónica, fibromialgia, candidíases, colon irritável, crises de pânico, alergias e tantos outros, experimente a desparasitar-se e seguramente encontrará alívio a estas manifestações.

Se encontrar alguns dos seguintes sintomas, é certo que temos que desparasitar-nos:
- Febres periódicas de repetição, geralmente baixa (entre 37,2º e 39º);
- Alterações do apetite, como bulimia e anorexia;
- Geofagia (tendência as crianças comerem terra);
- Astenia, cansaço e esgotamento súbito (mais frequente antes do almoço e pela tarde);
- Necessidade imperiosa de doces;
- Digestão lenta;
- Dores tipo cólica (intestinal, hepático, menstrual, estomacal);
- Diarreias e obstipação alternados (irritabilidade do colon);
- Meteorismo (gases);
- Distensão abdominal;
- Halitoses (mau hálito);
- Cefaleias;
- Insónia, sono intermitente, mau descanso, e bruxismo;
- Fobias sociais;
- Tics nervosos;
- Convulsões;
- Perdas grandes da visão e da memória;
- Prurido anal, nasal, genital e ocular;
- Urticarias;
- Bronquites e bronquiolites (tosse seca).

Ingredientes:
Agente de volume: Celulose microcristalina; Nogueira sementes (Juglans regia) extracto seco 5:1 17.8%; Absinto planta inteira (Artemisia absinthium) extracto seco 5:1 17.8%; Cápsula (Gelificante: Gelatina); Cravinho sumidades floridas (Eugenia Caryophylatta) extracto seco 5:1 8.9%; Hortelã-pimenta folhas (Mentha piperita) extracto seco 5:1 8.9%; Linho sementes (Linum usitatissimum) extracto seco 10:1 8.9%; Antiaglomerante: Estearato de Magnésio; Antiaglomerante: Dióxido de silício.

Dosagem e Administração:
Tomar 1 cápsula antes do pequeno-almoço e 1 cápsula antes do jantar, ingeridas com água ou sumo natural, durante 15 dias, descansar 1 semana e repetir 15 dias.

Aconselha-se a utilização juntamente:

  • GoldpH 15 ml de manhã antes do pequeno-almoço
  • ColonicPlus 1 capsula ao meio da manhã e ao meio da tarde
  • GoldDetox: 15 ml ao meio da manhã
22,05€
ESCOLHA A QUANTIDADE